burburinho

conversa com ahmad jamal

entrevista por Nemo Nox

Ahmad Jamal um dos maiores pianistas da histria do jazz. Nascido em 1930, continua em grande atividade, tendo influenciado vrias geraes de msicos. Entre um concerto em Ramatuelle, na Frana, e outro no Tanglewood Jazz Festival, nos EUA, ele encontrou uns minutos para conversar.

Burburinho - Como voc comeou a tocar piano?
Ahmad - O piano me escolheu. Simplesmente sentei nele aos trs anos e comecei a tocar.

Burburinho - Quantos concertos voc faz por ano?
Ahmad - Normalmente toco seis meses por ano, mas sem ser tudo seguido.

Burburinho - Voc prefere os trios, mas d a eles um tratamento orquestral. Como consegue toda essa riqueza s com piano, baixo e bateria?
Ahmad - Trabalho muito com pequenos conjuntos, mas tambm aumento meu grupo e toco em quartetos, quintetos, sextetos, etc. Tambm trabalhei com vozes e vrias orquestras, como a Cleveland Pops. Cresci em Pittsburgh, Pennsylvania, tocando em orquestras grandes desde os dez anos, e da que vem meu som orquestral.

Burburinho - Voc freqentemente elogiado pelas inovaes rtmicas, mas a harmonia tem um grande papel na sua msica. De onde vem esse sentido de espao?
Ahmad - Minhas harmonias vm de eu ter vivido em trs eras musicais diferentes. A poca das big bands, quando eu era bem jovem, a poca de Charlie Parker e Dizzy Gillespie, e a poca atual.

Burburinho - Voc disse uma vez que era um "contador de histrias sem palavras". Voc considera a msica como uma forma de narrativa?
Ahmad - A msica faz muitas afirmaes e impresses, e um reflexo da prpria vida.

Burburinho - Voc acha que os ouvintes precisam atingir algum grau de sofisticao para poder apreciar o jazz? Se no, como explicar que artistas pop medocres se transformem rapidamente em milionrios enquanto timos jazzistas fiquem com um pblico muito menor?
Ahmad - A maior parte das pessoas grosseiramente enganada pelo superficial. Descobrem os valores verdadeiros muito tarde. por isso que Mozart foi enterrado como indigente, Van Gogh era miservel, e assim por diante.

Burburinho - Que msica voc ouve?
Ahmad - Ouo muita coisa: Ravel, Art Tatum, Duke Ellington, msica europia, msica norte-americana... Desde que tenha valor.

Burburinho - Voc disse que no toca jazz, mas "msica clssica americana". Por qu?
Ahmad - Duke Ellington no se referia a si mesmo como msico de jazz, e bem poucos de ns o fazemos. Lancei o termo "msica clssica americana" anos atrs e agora rdios, jornais e revistas esto usando a expresso para a nica forma artstica genuinamente americana, alm da arte dos ndios.

Burburinho - Voc j tocou no Brasil. Planeja voltar?
Ahmad - Toquei a duas vezes. Talvez toque novamente no futuro.

Burburinho - Como voc se sente sendo colocado pela crtica no mesmo nvel de grandes msicos como Duke Ellington, Count Basie ou Art Tatum?
Ahmad - Estou muito ocupado pensando no meu trabalho e em todas as atividades da minha vida para me fixar no que eu possa j ter realizado.


pensamentos despenteados para dias de vendaval
Copyright © 2001-2005 Nemo Nox. Todos os direitos reservados.