burburinho

cinco discos para ouvir em momentos de depresso

msica por Luis Gustavo Claumann

Depresso - abatimento fsico ou moral. Msica - arte e cincia de combinar harmoniosamente os sons. (Dicionrio da Lngua Portuguesa).

1. Sleeps With Angels - Neil Young
O ano era 1994, e uma cano linda e cruel tocava nas rdios e chamava a ateno pelos seus quinze minutos. Era Change Your Mind, homenagem de Neil Young para seu discpulo Kurt Cobain, que havia cometido suicdio alguns meses antes. O disco figurinha fcil nas listas de melhores dos anos noventa. Com mritos. O lbum, pesado e melanclico, no uma homenagem comum. Lamentando a morte, celebra a vida, evidenciando a estupidez do ato do lder do Nirvana, que, jovem e no auge da carreira, no suportou as presses do sucesso e tomou a atitude mais radical que algum pode tomar. Mesmo atravs de uma sonoridade sombria e densa, o disco transmite o que poderia ser considerado a ltima esperana. Algo que s faz sentido porque assinado por algum com o talento, a classe e a inquietao de Neil Young.

2. Automatic For The People - R.E.M.
Depois do estouro e do reconhecimento mundial com Out of Time, o R.E.M. poderia repetir a frmula. E o que o R.E.M. faz? Exatamente o contrrio. Um disco quase sem instrumentos eletrnicos, com arranjos orquestrados e lindas baladas. Simplesmente a obra-prima do grupo. Poucos so capazes de no se deixar afetar por uma cano como Everybody Hurts. E o que dizer de Drive? Dois violes e versos susurrados de forma genial: "Maybe you did / Maybe you walked / Maybe you rocked around the clock". Quer mais? O arranjo de cordas comandado, no disco inteiro, por John Paul Jones. Sim, aquele do Led Zeppelin.

3. Chelsea Girl - Nico
Nico uma mulher fatal, das que exercem um controle sobre tudo e todos. Ela sabe de seu poder e o usa sem medo. aquela mulher que voc encontra a noite, observa e de imediato j sabe que vai se apaixonar, que ela vai te fazer de otrio, mas mesmo assim vai em frente, em direo devoradora de cabelos loiros, olhos verdes e corpo escultural. Neste disco, na estria de sua carreira solo e com uma cano "presente" de Bob Dylan, os desesperanosos e desajustados dos anos setenta encontraram um refgio, na voz da diva, encharcada de drogas e lcool.

4. Dummy - Portishead
Melancolia comparvel a um moedor de carne. O primeiro grande, talvez o nico decente, disco de trip-hop estilo downbeat, com certa inspirao em trilhas de filmes noir. Beth Gibbons interpreta canes que obrigam o ouvinte a parar tudo que est fazendo para se deixar inundar totalmente por sua irresistvel beleza, capaz de ir da tenso depresso como quem atravessa a rua. Portishead no uma banda fcil de se ouvir, estranha, com vrios rudos esquisitos e adentrar na musicalidade da banda tarefa para quem tem sensibilidade.

5. Berlin - Lou Reed
Em 1959, Lou Reed tinha 17 anos e levou 24 sesses de choques eltricos, receita de um psiquiatra para "curar pensamentos homossexuais". O resultado foi um Lou com problemas no crebro, dio dos pais, e uma ironia fina e calculada em poucas palavras. Em 1973, Lou Reed lanou Berlin, seu melhor trabalho, composto de dez canes que falam das tortuosas e desesperanosas vivncias de uma prostituta chamada Caroline na cidade alem. E, com todos os aparatos possveis, quase uma pera rock, mas ao mesmo tempo tambm remete sensaes como um tiro no escuro ou um pulo no abismo.


pensamentos despenteados para dias de vendaval
Copyright © 2001-2005 Nemo Nox. Todos os direitos reservados.